CHEGUE NA PAZ

04/02/2011

Prece indígena (tradição Ojibwa)

Já que procurei entender a voz do vento e o sopro que me criou, escuta-me.

Eu venho a Ti como um dos Teus numerosos filhos. Sou falível e pequeno; preciso de Tua sabedoria e Tua força.

Deixa-me andar na Tua beleza, e faz com que meus olhos sempre percebam o vermelho e a púrpura do entardecer. 


Faz com que minhas mãos respeitem as coisas que criastes, e que minhas orelhas consigam entender Tua voz.

Faz-me sábio, de modo que eu possa absorver o que ensinastes a meu povo, e aprender as lições que escondestes em cada folha e em cada rochedo.

Eu Te peço força e sabedoria; não para ser superior a meus irmãos, mas para que possa vencer o meu maior inimigo que tenho: eu mesmo.

Assim, meu espírito poderá retornar a Ti sem pecado.

Um comentário:

  1. Que linda prece!!! E olha que estou passando por um momento quase sem fé, somente com aquela do tamanho do grão de mostarda...
    Realmente muito linda!

    ResponderExcluir